Overview

PerformancePoint Service (PPS) agora é um serviço integrado ao SharePoint 2010 e está apenas presente na versão Enterprise do SharePoint Server 2010, anteriormente ele era um produto autônomo chamado PerformancePoint Server 2007.

Toda plataforma de BI do SharePoint é baseada no PerformancePoint, SQL e a plataforma do Office. Ele é utilizado para extrair dados de múltiplas fontes e fazer uma análise do negócio gerenciando o desempenho, a fim de melhorar a eficácia e eficiência de uma empresa, relacionando assim pessoas, informações e tecnologia.

Ele oferece a capacidade de criarmos e utilizarmos dashboards, scorecard e KPIs (Performance Indicators), podendo ser criados através do Dashboard Designer. Ele trabalha com o conceito de first-class objects (FCOs), que são estes painéis que contém scorecards, relatórios KPIs e filtros de dados. Estes FCOs são armazenados como tipo de conteúdos dentro de listas e bibliotecas, fornecendo assim um repositório único de informações. O serviço do PPS pode se conectar ao Analysis Services, Excel Services, Excel
Workbooks, listas do SharePoint, e Tabelas do SQL Server e Views.

 Solução

Depois de ter instalado e configurado o SharePoint 2010, é necessário configurar o PerformancePoint. Você precisa verificar se o PerformancePoint Service Application Proxy e o serviço Secure Store Service já foram iniciado quando foi feita a instalação do SharePoint. Para saber os serviços necessários foram iniciados, acesse a Central Administration em System Settings no link Manage services on Server. Estes serviços devem estar com o status “Started”. Caso eles não estejam iniciados, você precisará iniciá-los.

 
Figura 1: Configuração dos serviços no Manage services on Server

 preciso ter certeza de que o serviço do PerformancePoint foi criado e está rodando. Se você já criou uma Web Application, verifique se o serviço de PerformancePoint está associado ao Proxy Group associado a ela, caso não esteja, você deverá criar o serviço e associá-lo ao Web Application.

O serviço do PerformancePoint tem seu próprio banco de dados e seu web site hospedado no IIS. Por padrão eles ficam no site SharePoint Web Services dentro do IIS, e é  nomeado pelo GUID. Você pode utilizar o comando Get-SPServiceApplication, no Management Shell para saber se o serviço está iniciado e qual seu GUID.

Nota: O GUID é a identidade do serviço e ele deve ser único
 


Figura 2: Representação dos Serviços iniciados e GUID  referente no Management Shell


Figura 3: Representação dos Web Services no IIS

 
Figura 4: Representação da base dedados do serviço PerformancePoint

 Para ver as configurações do PerformancePoint você pode acessar página Manage service applications e clicar no link PerformancePoint Service Application que será explorado posteriormente.

 
Figura 5: Site de configurações do PerformancePoint

Configurando Secure Store Service Application Proxy (SSS)

Para configurar o PerformancePoint, é necessário entender e configurar o Secure Store Service Application Proxy (SSS). O Secure Store Service é o antigo Single Sign-on (SSO) apresentado na versão 2007 do SharePoint. A função dele no é armazenar credenciais para acessar dados externos no banco de dados associado com o Service Application.

O PerformancePoint requer o uso deste serviço para se conectar a fontes de dados externos em nome de usuários ou grupos de usuários que usam a conta de serviço autônoma. Esta conta utiliza uma conta de domínio cuja senha é armazenada em um local seguro.

O Secure Store Service é configurado no servidor de aplicações e é uma aplicação claims-aware, ou seja, ela está preparada para tratar de aspectos de autenticação e autorização através de token/claims.  

Se você ainda não configurou o Secure Store Service, será necessário então criar uma Key, para fazer isto, entre na Central Administration em Application Management, na área Service Applications indo no link Secure Store Service  clique em Manage.

Se nenhuma Key foi configurada, irá aparecer a informação “Before creating a new … “. Então clique em Clique em Generate New Key para criá-la. Entre com o valor da sua frase secreta e clique em OK.

 
Figura 6: Configuração da phrase
Você precisará configurar uma conta de serviço autônoma. Na página Manage Service Applications, clique sobre o serviço do PerformancePoint e clique no botão Manage. Clique em PerformancePoint Service Application Settings e entre com o usuário e a senha para configurar o serviço, mantenha as outras opções padrões e clique em Ok.

 
Figura 7: Configuração da conta de serviço do SSS

Vá novamente a página de configuração do Secure Store Service. Na Central Administration em Application Management, na área Service Applications no link Secure Store Service  clique em Manage. Você irá perceber que o PerformancePoint Service Application foi adicionado.

O passo final é validar se tudo está funcionando e testar a criação de Dashboards.

Nota: Para você criar Dashboards precisará instalar o Dashboard Designer.
 

Criando Business Intelligente Web Site

 Você deve criar então um Site utilizando o template Business Intelligente Center (caso você não tenha criado seu Web Application, é necessário criá-lo para depois criar uma Site Collection).

 
Figura 8: Criação do Site de BI

Depois de criado, clique no site em Create Dashboard, e pronto, agora é só clicar em “Ren Dashboard Design” que será instalado o Dashboard Design, como mostra na imagem a baixo:

 
Figura 9: Instalação do Dashboard Design

Pronto, depois disto é só iniciar o desenvolvimento do seu Dashboard.

Este artigo descreveu como configurar o serviço de PerformancePoint no SharePoint, e para que ele é utilizado atualmente, relembrando também que ele não é mais uma plataforma a parte da instalação do SharePoint. Agora na versão 2010 podemos obter todas estas features integradas na plataforma 2010 na versão Enterprise.

Anúncios