Overview

Trbalhar com diversos Content Databases para uma único Web Application pode ser uma alternativa para quem utiliza a versão Express do SQL Server 2005 ou 2008, pois ela limita a quantidade de dados á apenas 4 GB por base. Sendo assim, dividindo seu site em multiplas bases de dados é possível aumentar a capacidade de armazenamento.

Ou também, por questões de performance e tempo de restauração, devemos dividir nossos sites em diversos banco de dados para seguirmos as melhores práticas segunda a Microsoft, já que é aconcelhavel trabalharmos com bases de conteúdo inferiores a 100 GB.

Solução

Para conseguir atingir este objetivo é preciso entender sobre a estrutura lógica do SharePoint.

Como mostrado na imagem a baixo, precisamos entender os conceitos de Farm, Web Application e Site Collection.
Temos então, representado em uma Farm, uma implantação com um único Web Application, o qual é representado por um site no IIS, e é responsável por algumas configurações assim como tipo de autenticação, máximo de alertas que poderá ter e regras de lixeira que o site do SharePoint usará. A baixo dele fica o Site Collection, ou seja a sua coleção de sites. Cada coleção de sites pode estar armazenada em um único banco de dados, porém, podemos criarar uma coleção de sites diferente em outro banco de dados fazendo parte e herdando as configurações da mesma Web Application.

Figura 01: Representação da Arquitetura Lógica

Para conseguirmos trabalhar desta forma, você pode criar bancos de dados de conteúdo utilizando a Central Administration, ou pelo próprio SQL. Indo em Application Managemente na Central Administration, clique em Manage Content Database, como mostrado na imagem.

Figura 02: Gerenciamento das bases de conteúdo do SharePoint

Você deve então clicar em Add Content Database, e preencher as informações para criação da base de conteúdo. Escolha então o novo nome para sua nova base, referênciando também a qual Web Application será utilizado.

Figura 03: Criando um novo Content Database

Depois disso, você terá que criar os Site Collections. Tome cuidado para não criar de forma errada.
Neste exemplo, criei dois bancos de dados, o WSS_Content_Site e WSS_Content_Site02. Note que para cada Content Database há um Site Collection criado.

Figura 04: Configurações dos Content Databases

Para conseguir trabalhar desta forma, você precisará trabalhar com a coluna “Database Satatus”.
Caso você queira criar Site Collections que sejam armazenados no WSS_Content_Site02, é preciso deixa-lo com o Status Started e o Database WSS_Content_Site como Offline.  Clicando sobre o Content Database, ele irá abrir uma nova janela para que possa configurar o Status.

Nota: O status offline não quer dizer que o conteúdo está fora do ar, ele indica apenas que os próximos Site Collections criados, serão armazenados no segundo database.
 
Figura 05: Configurações dos Content Databases

É preciso trabalhar dessa forma quando desejar criar Site Collections. Sempre que desejar criar um site Collection em uma base, é preciso mante-la online e as outras no modo Offline.  

Este modelo de trabalho pode habilitar a você gerenciar seu SharePoint de forma mais granular o que pode possibilitar diversos beneficios, assim como facilidade de restauração das bases, por elas não ficarem tão grandes e maior capacidade de armazenamento. Assim, você pode extender a capacidade do seu SQL se trabalho com a versão Express.

Anúncios